Tipos de Inovação: saiba quais deles você deve priorizar na sua startup

Escrito por: Cotidiano Aceleradora

22 de abril de 2022

Pessoa vendo os tipos de inovação para o negócio

Toda empresa deve prezar pela qualidade dos produtos ou serviços oferecidos buscando entregar a melhor solução para os seus clientes. Para se destacar no mercado e chamar a atenção do público é necessário observar os tipos de inovação existentes e utilizá-los como aliados na estratégia.

Modernizar os processos, investir em melhorias e entregar para o cliente a melhor experiência que ele já teve é um caminho que levará a sua startup para outro nível. Se você busca por resultados maiores e surpreendentes, continue conosco. Nos próximos parágrafos, vamos te mostrar os principais tipos de inovação para aplicar como prioridade na sua marca. Boa leitura!

Tipos de inovação: o que você precisa saber antes

Antes de partir para o tema central deste post é necessário passar por alguns conceitos importantes, como a inovação, por exemplo.

Geralmente, quando se pensa na palavra, é comum haver associação imediata com o mundo tecnológico. O que muita gente não sabe (e não há problema nisso, ok) é que para renovar um produto ou serviço a inovação não se utiliza única e exclusivamente de ferramentas tecnológicas. Reinventar-se, custa, na maioria das vezes, o uso de recursos comuns à sua volta.

A palavra inovação significa a proposta de novas possibilidades para algo que está sendo realizado. Quando modificado, agrega diversas vantagens, sejam nas finanças, no comportamento das pessoas, sanando as dores delas, ou simplesmente tornando as suas vidas ainda mais práticas.

A inovação pode ter ligação direta com os seguintes pontos:

  • Produto;
  • Serviço;
  • Processo
  • Mercado;
  • Meios de produção;
  • Tecnologia;
  • Qualquer coisa capaz de promover mudanças, que tenha constância e seja imprescindível.

Falamos anteriormente que a tecnologia não é a única base da inovação, porém, em determinados mercados, como as startups, por exemplo, ela é fundamental para apoiar e proporcionar os demais tipos de inovação. 

Sem um bom recurso tecnológico é praticamente impossível tornar o negócio escalável. A inovação é a saída para ir além daquilo que o público e o mercado como um todo em relação à solução que a sua startup oferece. 

Quais os principais benefícios que a sua startup ganha com os tipos de inovação?

Quando a sua startup decide seguir pelos caminhos da inovação, não apenas ela, mas como o mercado e a sociedade ganham com a mudança. Como esse tópico é dedicado a falar sobre as vantagens que adquiridas enquanto um negócio com finalidade lucrativa, os principais benefícios oriundos dos tipos de inovação são:

Estruturação dos processos

Buscando modificar o modo como as coisas vêm sendo realizadas na empresa e empregando os mais diversos tipos de inovação, o resultado será a definição de modelos de trabalho de acordo com as necessidades do seu negócio. 

Essa é a melhor alternativa se você almeja o sucesso das estratégias utilizadas, o alcance dos resultados na sua melhor performance e também dos objetivos da organização.

Criatividade em constante desenvolvimento

Uma organização que decide inovar está comunicando aos seus colaboradores sobre o quão aberta está a novas possibilidades e conta com a participação de todos através da contribuição de ideias inovadoras. 

Com isso, a equipe é capaz de perceber a diferença que os tipos de inovação trazem ao ambiente e principalmente para as tarefas quando executadas.

Competitividade elevada

Saber o que satisfaz a necessidade do seu público é essencial para manter a sobrevivência do negócio. Porém, permanecer com o mesmo jeito de fazer as coisas não é o melhor caminho para atração e retenção de clientes. Com o tempo, suas dores se modificam e consequentemente, o meio de saná-las também.

Ao inovar na oferta do seu produto ou serviço a sua marca se torna mais competitiva no mercado, ganhando a atenção e preferência dos clientes, fornecedores e novos talentos que desejam fazer parte do time da sua startup.

Produtividade em alta

O segredo da produtividade é encontrar não apenas novas formas de executar tarefas, mas os meios mais eficientes para fazê-las. 

Assim é possível gerenciar a produção da equipe através das estratégias corretas, além de promover um ambiente comprometido com os propósitos da organização.

Produto/serviço mais valorizado e mais lucrativo

Vamos combinar que de mais do mesmo muitas marcas já entregam por aí e deixando bastante a desejar. Com certeza essa não é a sua visão de negócio e por isso mesmo você está em busca de fazer algo novo. É só assim que você disponibilizará algo totalmente exclusivo e inovador para o seu cliente.

Com a produtividade em alta todos os envolvidos ficam satisfeitos com os resultados obtidos. Indiscutivelmente, isso só é possível graças aos esforços empregados de todos os envolvidos, fruto de um gerenciamento eficaz e do comprometimento de todos.

Quais são os principais tipos de inovação?

Basicamente, há três tipos de inovação bastante utilizados no mercado, que podem alternar de acordo com o nicho, área de atuação, natureza da marca e soluções oferecidas. Conheça agora cada um deles com as suas particularidades.

Inovação radical

O próprio título já simboliza um tipo de inovação capaz de promover uma verdadeira transformação no negócio, no mercado e na forma de conduzir os processos operacionais.

A inovação radical acontece desde na modificação total da postura da sua startup até na forma de conduzir o trabalho, sistemas, comercialização dos produtos e serviços e como a marca decidiu construir o seu relacionamento com os clientes.

Pare um pouco para lembrar de um produto ou serviço que após a sua chegada ao mercado conseguiu revolucionar a forma de consumo e fez a diferença na vida das pessoas. Certamente, há um ou mais que tornaram a sua vida muito mais prática desde o seu lançamento.

Inovação incremental

A inovação incremental se dá através da inserção de novidades no produto, serviço, na produção dos mesmos e em outros aspectos, sem que haja a necessidade de uma mudança repentina.

Para isso basta apenas um upgrade naquilo que já foi realizado e considerado como inovador no primeiro momento. Aqui basta apenas um complemento com o intuito de promover melhorias, seja nos processos ou até mesmo nas pessoas.

No mercado há diversas soluções cujas propostas iniciais eram completamente diferentes do que oferecem hoje ao seu público na totalidade.

Inovação disruptiva

A inovação disruptiva é um dos tipos de inovação com uma proposta mais objetiva. Ela segue todas as tendências de mercado sem qualquer apego a uma marca, produto, serviço ou qualquer ponto específico.

A “luz” que guia a inovação disruptiva pode ter acendido através de uma ideia que deu muito certo em algum momento e causou grande repercussão no mercado, levando diversos benefícios a muitas pessoas simultaneamente.

Melhores exemplos de inovação

Agora que você já conhece quais são os principais tipos de inovação, é hora de trazer exemplos práticos para que você compreenda com clareza tudo o que está sendo compartilhado aqui. Confira:

  • Inovação organizacional – é aquela capaz de modificar o funcionamento da sua startup. Vai interferir em todos os aspectos corporativos para entregar um ambiente de trabalho mais saudável em todos os aspectos, adequando-se às novas necessidades não só do público interno, como também do público externo.
  • Inovação em marketing – desde o advento das redes sociais que a forma como as empresas têm buscado atrair novos clientes sofreu diversas modificações. O trabalho agora é voltado para que o cliente venha atrás da sua startup e não o inverso. 
  • Inovação na área de logística – nos últimos anos foi possível acompanhar as mudanças no comportamento do consumidor. Com isso, o setor de logística da empresa precisou se adaptar a esse novo cenário. Se antes a entrega de um produto demorava bastante, com o aumento das compras online, principalmente, esse cenário precisou de revisão e adequação.
  • Inovação no modelo de negócio – no mundo das startups esse é um dos tipos de inovação mais presentes. Marketplaces bem conhecidos do público, como Americanas, Amazon e Magazine Luiza são grandes exemplos de marcas que servem como intermediário entre compradores e vendedores.
  • Inovação tecnológica – a tecnologia segue em constante avanço e quem ganha são os milhares de consumidores contemplados com as novidades que facilitam a vida de todos, especialmente nos lugares e tarefas que necessitam de outros recursos para reforçar o talento do capital humano.

Com os diversos tipos de inovação à disposição da sua startup não faltarão novas formas de otimizar o seu produto ou serviço.

Conclusão

Esperamos que você tenha gostado deste post. Para continuar aproveitando os materiais incríveis da Coti, passe no nosso blog e fique por dentro de tudo o que acontece no mundo das startups. Até breve!

Inscreva-se no CAMP10

Artigos Relacionados

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

Já parou para pensar quanto vale cada cliente que está na sua base? Quando falamos de valor não estamos lidando com a questão afetiva, mas de cifras. Cada um deles tem um custo e é fundamental para a empresa avaliar se os investimentos geram os resultados esperados....