Saiba como criar uma máquina de vendas para o seu negócio em 4 passos

Escrito por: Cotidiano Aceleradora

18 de março de 2022

Pessoas vendo como funciona uma máquina de vendas

Você já ouviu falar no termo máquina de vendas? Sabia que muitos empreendedores desejam transformar o seu negócio em uma? Afinal, quem não gostaria de ver a sua marca alcançar números incríveis de rentabilidade?

A expressão está totalmente ligada a um modelo de negócio com alto potencial de crescimento. Uma nova empresa pode chegar a outros patamares com a venda de seus produtos ou serviços através do uso de técnicas adequadas.

Definir as estratégias para desenvolver o seu negócio exigirá um nível mais alto de empenho de todos os envolvidos. Sem comprometimento, as chances de alavancar as vendas do seu empreendimento são mínimas.

Quer saber como você pode criar a sua máquina de vendas em 4 passos eficazes? Continue conosco nos próximos parágrafos e nós compartilharemos tudo o que você precisa saber. Boa leitura!

Qual o significado de máquina de vendas?

Ter uma máquina de vendas na empresa significa que o seu empreendimento utilizou técnicas confiáveis para conquistar e reter clientes na base. O resultado é um negócio totalmente lucrativo, presumível e com outra característica fundamental:escalabilidade.

Um negócio presumível ou com previsibilidade tem total conhecimento a respeito do que ocorre na companhia em todos os âmbitos. Dessa forma é possível antecipar situações que podem ou não se concretizar e se preparar para ela. Uma empresa com escalabilidade encontra oportunidades excelentes para promover melhorias em suas operações.

Quanto à escalabilidade, essa deve ser um ponto forte de qualquer companhia, isso significa que as empresas conseguem escalar processos, ultrapassando seus números, preservando e potencializando todos os seus canais de vendas.

Escalabilidade e máquina de vendas: qual a relação entre os dois conceitos?

Anteriormente falamos sobre escalabilidade e para resumir o termo podemos dizer que: um negócio escalável consegue aumentar sua receita sem a necessidade de aumentar os custos.

Por essa razão as organizações elaboram o seu planejamento estratégico de modo a tornar o negócio escalável, crescendo continuamente, com mais rentabilidade e menos gastos.

Um negócio escalável consegue atingir números expressivos a partir de investimentos menores, deixando os seus responsáveis mais livres e tranquilos. Neste, é possível encontrar dois tipos de escalabilidade:

  • Escalabilidade horizontal – o propósito desse formato de escalabilidade é tornar a organização uma referência no mercado. Para isso, é necessário ofertar soluções variadas para o seu público, abrangendo segmentos e públicos diversos.
  • Escalabilidade vertical – nesse tipo o negócio deverá crescer dentro do seu nicho de mercado, focando naquilo que sua marca oferta e em tudo o que ela tem autoridade para falar e fazer, além de seguir trabalhando guiado pelo seu core business

Criando a sua máquina de vendas em 4 passos

Sem mais, chegou a hora de compartilharmos com você os 4 passos para criar a máquina de vendas da sua empresa. Basta cada uma delas para transformar completamente os números em vendas do seu negócio. Confira!

PASSO 1 – Foque nos potenciais clientes

Também chamados leads, esses são os potenciais clientes que a sua marca possui. Por isso, quanto mais leads, maiores serão as oportunidades de fechar negócio da máquina de vendas. 

Para aumentar as suas probabilidades de fazer bons negócios, dedique-se a entender sobre o perfil de cada um deles, conhecendo os seus hábitos de consumo, suas preferências e o seu comportamento. Com todos esses dados em mãos você poderá atraí-los com algo que possa agregar valor para eles.

O digital mostrou a que veio trazendo mudanças significativas para todos os usuários, isso fez com que o público se tornasse cada vez mais exigente. Muito antes disso, o que contava para que um potencial cliente fechar negócio era o preço a pagar. Hoje, ele preza mais pela experiência que a marca proporcionará do que por outra razão

PASSO 2 – Estabeleça os  indicadores para mensuração

O seu processo de vendas necessita de acompanhamento e avaliação feitos por indicadores diferentes. Essa análise deverá ser feita de forma abrangente e individual observando todo o cenário: o produto ou serviço do seu negócio, a forma de fazê-lo e os profissionais envolvidos.

As métricas utilizadas devem seguir um modelo de utilização de modo que a empresa consiga observá-las em períodos alternados. Com isso, os responsáveis levantarão todos os pontos fortes e os pontos a melhorar  no negócio.

Exemplos de indicadores bastante utilizados por quem tem ou está construindo uma máquina de vendas: 

  • vendas realizadas por dia;
  • vendas realizadas por vendedor / equipe;
  • percentual de conversões realizadas;
  • tempo médio de atendimento.

PASSO 3 – Forneça treinamento para a sua equipe

Uma das formas de transformar a sua empresa em uma máquina de vendas é compreender a importância do treinamento para o time. Por mais que o seu produto ou serviço seja uma solução que resolverá a vida das pessoas, isso não será o suficiente para vendê-los.

O que faz a diferença no final das contas é a experiência completa oferecida ao potencial cliente. Um dos pontos que torna essa jornada mais interessante é o atendimento feito pela sua força de vendas. Uma equipe alinhada com os propósitos da organização pode não ir muito mais além de conquistar um cliente, mas indiretamente atrair outros novos.

Isso porque um cliente satisfeito pode fazer muito mais pela sua marca. Já imaginou atrair novos clientes para a sua base apenas com o esforço de um único? Isso é tão real quanto você pensa. Um cliente com alto nível de satisfação se torna um promotor da sua marca e consequentemente falará sobre ela de forma espontânea para outras pessoas.

PASSO 4 – Use a tecnologia e suas facilidades a seu favor

Hoje é possível encontrar no mercado diversos programas para automatizar tarefas e otimizar recursos. Ações como essas fazem parte do processo de construção de uma máquina de vendas. Contar com um ferramentas tecnológicas ajudam a atrair, conquistar e fidelizar novos clientes.

Lembra que no início do texto mencionamos que para criar uma máquina de vendas eficiente é necessário realizar um planejamento estratégico? Pois bem, nele deve estar incluso a contratação e utilização de um sistema de gestão eficiente. Esse é um item indispensável para quem busca alavancar as vendas do negócio.

Outra ferramenta que faz toda a diferença para ter um time de vendas arrojado é ter o suporte de um bom CRM. Ele ajuda na gestão dos clientes, facilitando relações que se desenvolvem sem muitas complexidades. 

A partir da ferramenta você entende melhor sobre o perfil do lead, seus hábitos de consumo e comportamento no geral. A análise resultará em informações valiosas que direcionarão a comunicação da sua empresa para ações assertivas e personalizadas, viabilizando uma jornada de compras muito mais eficiente.

Conclusão

Ter uma máquina de vendas é saber do potencial comercial e financeiro do seu negócio, mas não é um trabalho que se executa sozinho. Conscientize os colaboradores da sua empresa a se comprometer  verdadeiramente com a construção de um novo tempo para todos.

Se você gostou desse conteúdo, não espere o próximo post. Nosso blog está repleto de conteúdos relevantes para ajudar o seu negócio a decolar de vez. Clique aqui e continue acessando os conteúdos incríveis produzidos pela Cotidiano especialmente para você. Nos vemos no próximo conteúdo. Até mais!

Inscreva-se no CAMP10

Artigos Relacionados

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

Já parou para pensar quanto vale cada cliente que está na sua base? Quando falamos de valor não estamos lidando com a questão afetiva, mas de cifras. Cada um deles tem um custo e é fundamental para a empresa avaliar se os investimentos geram os resultados esperados....