Aprenda a construir sua presença digital em tempos de crise!

Escrito por: Cotidiano Aceleradora

28 de janeiro de 2022

Pessoa criando uma presença digital

O ano de 2020 foi, sem dúvidas, um marco para as organizações no mundo inteiro, independente do seu porte. Para manter o negócio ativo em meio a um cenário de pandemia, muitas empresas observaram a presença digital como alternativa para atender ao público  e não arriscar encerrar suas atividades definitivamente.

Esta foi a realidade de muitos empreendedores, infelizmente. Por isso, mais do que nunca ficou evidente a necessidade de se fazer presente no universo digital. 

A reinvenção da forma de vender e comprar veio mais rápido do que se esperava, principalmente para outras categorias, como autônomos e profissionais liberais, por exemplo.

A tendência é que as relações comerciais se fortaleçam por meio da presença digital por um longo tempo. Falaremos sobre o tema e compartilharemos com você dicas valiosas para construir a sua.

Boa leitura!

O que é presença digital?

Presença digital é a maneira como uma empresa ou um profissional se posiciona no universo online, fortalecendo o seu relacionamento com o público e gerando valor para ele.

O processo se dá a partir da utilização dos canais de comunicação da organização ou do profissional que podem ser: site, e-mail, plataformas de mensagens instantâneas (WhatsApp e Telegram) e também dos perfis em redes sociais.

Vale ressaltar que não basta apenas dispor destes recursos para ter uma presença digital. Eles são parte integrante e fundamental de um sistema que vai muito além disso.

A presença digital pode ser desenvolvida de forma ativa e passiva. Isso acontece da seguinte forma:

  • Presença digital ativa – aplicação de estratégias de marketing digital motivadas por objetivos sólidos e pela constância na produção de conteúdo  em todos os canais de comunicação que a empresa possui;
  • Presença digital passiva – ter todos os canais com informações básicas a respeito do negócio, um formulário para contato, porém, não entrega valor para os visitantes, já que não possui movimentação suficiente para influenciar o público.

Os fundamentos da presença digital

Uma presença digital que gera resultados significativos continuamente é firmada nos seguintes fundamentos:

Propósito

Não basta ter todas as ferramentas disponíveis para realizar um trabalho que será executado de qualquer jeito. Fazer o que tem que ser feito sem um ou mais objetivos definidos não colaboram para a construção de um ambiente produtivo.

Por isso, é fundamental ter um propósito que guie o processo de produção de conteúdo de uma empresa. Agindo dessa forma, o público notará que muito além de materiais disponibilizados e decisões tomadas, há interesse genuíno em fazer algo que traga sentido e soluções para a vida das pessoas.  

Ter um propósito, além de ajudar na elaboração da presença digital, é de suma importância para a visão estratégica de uma organização que almeja o sucesso.

Conteúdo

Este deve ser o foco principal de todas as ações envolvidas para que uma marca possa se posicionar adequadamente.

Para isso, os conteúdos devem ter qualidade e chamar a atenção dos leitores através de uma linguagem clara que deixe à mostra os valores da empresa.

Conexão

Muitos negócios e empreendedores confiam apenas na segurança que o seu produto ou serviço oferece pelos inúmeros benefícios que eles possuem. Pensam que isso é o suficiente para que a sua organização prospere e alcance posições relevantes no mercado.

É necessário lembrar que comércio é uma relação de compra e venda, onde duas partes negociam dispostas a atingirem os seus objetivos. Para criar uma presença digital que gera resultados, não se deve poupar esforços na hora de construir relacionamento com leads.

Comunicação através de todos os canais 

Manter-se presente onde o público está é fundamental para criar relacionamento e fortalecer a imagem da marca. 

Mas só a presença não será suficiente se uma organização não sabe quais são os canais onde ela deve estar e investir em um bom conteúdo.

Tecnologia como aliada

Atenção voltada para os últimos lançamentos do setor tecnológico e como o público interage com eles. Saber quais são e como utilizá-los é indispensável na hora de construir a presença digital. 

Trabalhar com as ferramentas pode ajudar a elevar o nível de qualidade da comunicação e dos conteúdos, além de ajudar no gerenciamento de processos e na otimização das atividades.

Benefícios da presença digital

Criar e fortalecer a presença digital resulta em benefícios diversos para uma marca. Listamos aqui os principais. Confira:

  • Aumento da lucratividade;
  • Redução das despesas, já que não será necessário investir em publicidade tradicional;
  • Destaque da marca no mercado em que atua;
  • Crescimento da autoridade e confiança;
  • Otimização de tempo e mais espaço para dedicação a outros projetos;
  • Comunicação voltada para um público especializado;
  • Percentual maior da margem de lucro.

Construa a presença digital da sua empresa em 4 passos!

Agora que você já sabe informações relevantes a respeito da presença digital, chegou a hora de saber como construir a sua em 4 passos. Acompanhe conosco e aprenda a se manter em evidência em períodos de instabilidade. Acompanhe conosco.

#01. Defina a persona do seu negócio

O primeiro passo para começar a criar a presença digital da sua marca é estabelecendo para quem será direcionado todos os conteúdos e informações essenciais da empresa.

Como estamos falando de ações no contexto digital, diferente da publicidade tradicional que trabalha com público-alvo, o seu conteúdo será consumido pela persona da sua organização, ou seja, um perfil mais restrito e menos abrangente.

Persona nada mais é do que a representação fictícia do perfil ideal de cliente do seu negócio. Assim como a presença digital, a persona também é uma construção, só que utiliza como base os dados, as características, estilo de vida, motivação, preocupações e hábitos de consumo de uma pessoa real.

Para ajudar neste processo você pode levantar os dados dos clientes da sua empresa, considerando até mesmo aspectos negativos, como, por exemplo, alguma insatisfação que eles possam ter em algum momento expressado relacionado ao seu produto ou serviço.

#02. Tenha um site e promova melhorias constantemente

Se a sua marca ainda não possui um site, providencie o quanto antes (de preferência após o término da leitura deste conteúdo). Se estamos falando sobre presença digital, como pode trabalhar pela sua  se nem ao menos uma página  você possui?

Já ouviu falar numa expressão que diz que “se você não está no digital não está em lugar algum”? Nunca esta frase fez tanto sentido como para os dias atuais em que estamos vivendo. 

Migrar para o digital foi a solução de milhares de empreendedores ao redor do mundo para manter a sua sobrevivência desde o início da pandemia. E se você pode manter um site ativo, não pense duas vezes antes de contratar os serviços de um profissional que ofereça todo o suporte necessário para que ele seja atrativo para o seu público.

Muito mais do apresentar a história da marca, no site você poderá descrever os serviços da sua empresa, facilitando a comunicação com o seu público através de informações objetivas e relevantes que ele precisa saber.

Além do mais, é possível explorar o site com outras ferramentas importantes para o negócio, como um chatbot para ajudar na comunicação, links que conectam o potencial cliente diretamente para os perfis das redes sociais da empresa, compartilhamento de cases de sucesso da marca, depoimento de clientes, entre outros recursos.

#03. Esteja presente nas redes sociais

Após saber quem é exatamente o seu potencial cliente, criar e manter o seu site em constante atualização, é hora de criar os perfis do seu negócio nas redes sociais.

As plataformas mais conhecidas e utilizadas pelo público têm objetivos e indicadores diferentes. Portanto, antes de tudo é necessário avaliar se a sua persona está presente nessas redes sociais e entender quais são as particularidades de uso de cada uma delas. 

Apesar das informações que circulam em velocidade máxima sobre a punição aplicada aos usuários que utilizam as redes sociais de forma indevida, ainda é possível encontrar empresas e profissionais que desrespeitam as regras movidos pelo desejo de aumentar o número de seguidores e consequentemente as chances de fechar um bom negócio.

Não precisa apelar para este tipo de prática e arriscar prejudicar a imagem da sua companhia. É possível alcançar um número significativo de seguidores que têm fit com a sua marca e que realmente podem comprar de você através de um trabalho honesto e observação dos resultados dos indicadores de cada uma das plataformas.

#04. Invista no marketing de conteúdo

Já que acabamos de falar sobre redes sociais, elas não podem apenas existir sem qualquer movimentação ou interação. É por isso que você precisa adotar o marketing de conteúdo na estratégia da sua organização.

Aqui a regra é muito clara: é proibido vender seu produto ou serviço. Isso não significa que você não poderá falar deles em algum momento. Porém, o foco é mostrar às pessoas o diferencial da sua empresa, porque ela se destaca das demais do mercado que oferecem a mesma coisa.

O objetivo do marketing de conteúdo é entregar valor através dos materiais produzidos, oferecendo vantagens para o leitor, que vão desde informações que podem resolver seus problemas, tirar dúvidas sobre um tema específico ou ensinar sobre algo. Fechar contrato será apenas a consequência de todos os esforços.

Conclusão

A presença digital é uma certeza para o cenário atual e para o futuro das organizações. A pandemia ensinou o público a buscar por empresas que solucionassem as suas dores e a fazer negócio de forma remota. Essa é uma tendência para as próximas temporadas. Por isso, não perca tempo e comece agora mesmo a construir a sua. 

Gostou desse conteúdo? No nosso blog tem muito mais esperando por você. Até mais!

Inscreva-se no CAMP10

Artigos Relacionados

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

LTV: saiba o que é e se realmente vale a pena investir nele

Já parou para pensar quanto vale cada cliente que está na sua base? Quando falamos de valor não estamos lidando com a questão afetiva, mas de cifras. Cada um deles tem um custo e é fundamental para a empresa avaliar se os investimentos geram os resultados esperados....