3 ideias de negócios que faltam no Brasil e sua startup pode surpreender

Escrito por: Cotidiano Aceleradora

14 de fevereiro de 2022

Pessoas vendo negócios que faltam no brasil

Não é novidade para ninguém que abrir um novo negócio é considerado um grande desafio no mercado brasileiro, ainda mais quando se trata de uma startup. Porém, para diminuir os riscos, os empreendedores precisam encontrar alternativas que realmente tenham chances de dar certo, e uma das melhores maneiras de fazer isso é justamente por muita pesquisa.

Se você está buscando negócios que faltem no Brasil e, em simultâneo, possuam boas chances de darem resultados positivos, saiba que esse é o conteúdo certo. Porém, é importante ter em mente que esse processo não funciona como uma receita de bolo. É necessário muito planejamento.

Mas, se você chegou até aqui, significa que está dando o primeiro passo para conhecer melhor como funciona esse universo das startups. Além disso, provavelmente você já deve saber que as startups possuem um papel extremamente importante para modernizar o mercado, e isso justifica o seu crescimento desenfreado que ocorre ano após ano.

No Brasil, um levantamento do Inside Venture Capital, da Distrito, mostra que o investimento em startups triplicou no país de 2020 para 2021. E isso não pode ser por acaso, não é verdade? O fato é: ainda que possuam riscos considerados altos, as startups também podem ser capazes de gerar um lucro bastante alto.

Sabendo disso, não deixe de ler esse texto até o final para descobrir algumas ideias de negócios que faltam no Brasil e poderem se tornar uma oportunidade única para a sua startup.

Tenha uma boa leitura!

Primeiramente, o que devemos esperar do futuro das startups no Brasil?

Ainda que os investimentos em startups estejam crescendo ano após ano no Brasil, você pode estar se perguntando se o futuro é promissor para essas empresas.

Pois bem! Caso essa dúvida venha tirando o seu sono, saiba que a resposta é sim. Tudo indica que o futuro das startups continue promissor, ao menos por um bom tempo. Por mais que as burocracias atrapalhem esse processo, algumas medidas estão sendo adotadas para melhorar isso.

No ano passado, o Marco Legal das Startups foi instaurado no país para ajudar a alavancar ainda mais os projetos nesse sentido. Caso você não saiba, trata-se de um projeto de lei bastante aguardado pelo mercado, ainda mais quando levamos em conta que o seu principal objetivo consiste em estimular a criação dessas empresas.

O secretário especial adjunto da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia, Bruno Portela, chegou a afirmar que “o Marco Legal irá alavancar o ecossistema de startups no Brasil com a melhoria do ambiente de negócios, a criação de novas empresas inovadoras, o aumento da oferta de capital para investimentos, maior segurança jurídica para empreendedores e investidores e também facilitará a contratação de startups pela Administração Pública”.

Além disso, um dos principais argumentos para justificar o crescimento dos investimentos em startups consiste na hiper liquidez que o mundo vem enfrentando, bem como na redução das taxas básicas de juros em um nível global. Isso contribui para desestimular os investimentos em ativos, como crédito privado e renda fixa.

Mas, mesmo sem esses fatores, as startups possuem uma enorme relevância para o mercado, já que essas empresas têm um apelo direcionado para a inovação.

Conforme a competitividade no mercado fica mais acirrada, maiores são as chances dos negócios inovadores se destacarem nesse cenário. Desta maneira, se você não deseja que a sua empresa se torne nada além do mesmo, saiba que planejar uma startup pode ser uma boa alternativa.

Empresas mundialmente conhecidas, e que você provavelmente já consumiu os seus produtos ou serviços em algum momento, estão conseguindo revolucionar o mercado ao redor do mundo, incluindo no Brasil. É o caso da Uber, Airbnb e Space X, que são alguns exemplos de startups de sucesso construídas lá fora, mas o nosso país também possui bons exemplos, como iFood, Nubank e 99.

Mas, afinal, quais ideias de negócios podem se tornar uma boa startup no Brasil?

Agora que você já sabe que o futuro das startups é bastante promissor, chegou o momento de conhecer algumas ideias de negócios que podem dar certo como uma startup. Os exemplos que separamos estão sendo vistos como uma promessa em alguns lugares do mundo, mas ainda são pouco falados no nosso país.

Vamos conferir?

1- Dropshipping

Este modelo não é uma novidade no Brasil, mas as possibilidades de crescimento do dropshipping são bastantes elevadas. Isso significa que ele deve ser considerado, ainda mais se você deseja desenvolver uma loja virtual.

Caso você não saiba o que é dropshipping, saiba que trata-se de uma loja virtual que vende produtos importados. No entanto, a grande diferença desse modelo é que a empresa não precisa contar com um estoque, o que contribui bastante para a redução dos custos operacionais. Porém, como isso pode ser possível?

O primeiro passo consiste em buscar um fornecedor em outro país que tenha condições de fazer o envio do produto de forma legal, além de dar garantias de qualidade. É muito comum que os gestores busquem alternativas nos EUA e China, mas isso não significa que outros países tenham que ser deixados de lado. Assim, o seu cliente será beneficiado com produtos que não são vendidos no Brasil, ou até mesmo com preços mais acessíveis.

Para o empreendedor, o maior desafio será divulgar os produtos que estão sendo oferecidos, já que é papel do próprio fornecedor se encarregar de realizar as entregas para os consumidores.

2- Buy one, give one

A preocupação social é uma das maiores tendências na sociedade atual, e deve crescer ainda mais. Isso significa que o mercado deve levar isso em conta, você não concorda?

Pois bem, o modelo “buy one, give one” pode ter uma boa aceitação do público brasileiro. Funciona da seguinte forma: a cada produto vendido, um outro é doado para as pessoas que precisam. Ou seja, é uma maneira eficaz de lucrar e ajudar as pessoas ao mesmo tempo.

Como as preocupações sociais vêm crescendo dia após dia, esse modelo possui grandes chances de gerar bons resultados para a sua startup. Afinal de contas, nem sempre focar somente nos lucros será a melhor opção. É possível atrelar lucratividade com responsabilidade social por meio de diversas alternativas, e cabe ao empreendedor encontrar a opção que melhor se encaixa ao seu modelo de negócio.

3- Loja completamente automatizada

Esse formato também não é novo, e até já possui bons exemplos. A Amazon, uma das empresas mais consolidadas do mundo, abriu sua primeira loja totalmente automatizada em 2016. Nesse caso, a loja não possui caixas ou filas. A entrada é liberada diretamente pelo aplicativo e o espaço possui diversos sensores que monitoram os passos de cada cliente.

Por mais que o investimento em lojas automatizadas seja um pouco mais elevado, o retorno pode ser maior, já que os consumidores vão se sentir mais atraídos pela praticidade, além de haver uma economia na contratação de funcionários para executar determinadas funções. No entanto, a tendência é que esse tipo de operação se popularize cada vez mais, o que provavelmente vai permitir uma redução nos custos.

E aí, o que você achou das nossas dicas? Caso tenha gostado desse conteúdo e queira aprender mais, basta dar um clique aqui para acessar o nosso blog.

Até mais!

Inscreva-se no CAMP10

Artigos Relacionados

Tipos de startups e como a sua empresa pode trazer novidade ao mercado

Tipos de startups e como a sua empresa pode trazer novidade ao mercado

Se você está pensando em trilhar pelo mundo das startups há muitas informações essenciais que não devem passar despercebidas. Não basta apenas ter uma ideia julgada inovadora, é preciso saber se de fato ela atenderá as necessidades do mercado. Além disso, existem...

4 dicas de como gerenciar cada fase da sua startup

4 dicas de como gerenciar cada fase da sua startup

Empreender não é uma tarefa fácil, mas com as ferramentas adequadas e o conhecimento sobre como fazer a gestão do seu negócio é possível alcançar os melhores resultados. Se você deseja saber como gerenciar cada fase da sua startup, este post foi feito especialmente...

Aceleradora de empresas: mais que uma escolha, uma necessidade

Aceleradora de empresas: mais que uma escolha, uma necessidade

Uma aceleradora de empresas é uma organização com foco em alavancar o potencial de crescimento que um negócio possui. Esse tipo de empresa integrou o universo empreendedor há pouco tempo, mas sua relevância é imensurável. Geralmente ela é formada por empreendedores e...