Marketing e Vendas: conheça suas diferenças e como uni-las de maneiras promissora

Escrito por: Cotidiano Aceleradora

7 de fevereiro de 2022

Pessoas discutindo sobre marketing e vendas!

Como você já deve imaginar, os setores de marketing e vendas possuem uma importância gigantesca para o desempenho dos mais variados modelos de negócios no mercado. Desta maneira, conhecer suas diferenças e, principalmente, saber como unir esses dois departamentos de uma forma promissora pode fazer uma enorme diferença para alavancar o crescimento da sua empresa em um mercado extremamente competitivo.

Levando em consideração uma pesquisa publicada pela Hubspot, os negócios que conseguem alinhar esses dois setores conseguem ser três vezes mais eficazes.

As empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, que colocam essa junção em prática, estão conseguindo colher resultados cada vez melhores e mais promissores, e eu tenho a certeza de que você não quer que a sua empresa fique de fora desse cenário. Afinal de contas, com o passar do tempo, a grande competitividade existente nos dias atuais contribui para tirar o sono dos empreendedores, já que cabe a eles encontrar alternativas eficazes para melhorar o desempenho dos seus negócios.

Ao notar a importância disso, o mercado acabou desenvolvendo um termo próprio para definir a união: vendarketing, ou smarketing em inglês. Isso significa que já passou da hora de aprender mais sobre esse assunto, você não concorda?

Portanto, não deixe de ler esse texto até o final para descobrir de uma vez por todas as principais diferenças dos setores de marketing e vendas, além de aprender dicas valiosas para potencializar a junção desses departamentos.

Boa leitura!

Qual é o conceito de marketing?

Se você deseja descobrir quais são as principais diferenças dos setores de marketing e vendas, é necessário conhecer o conceito de cada um deles.

Pois bem, de acordo com o The Chartered Institute of Marketing, uma instituição do Reino Unido, o marketing pode ser definido como “o processo de gerenciamento responsável por identificar, antecipar e satisfazer as necessidades do cliente gerando lucro”. Com isso, de forma resumida, o marketing é enxergado como as atitudes planejadas de uma organização para atender as expectativas dos clientes, bem como as suas necessidades.

Isso significa que o planejamento das estratégias de marketing é voltado para os processos que antecedem a conclusão das vendas. O objetivo consiste em capturar e atrair os potenciais consumidores para gerar o interesse em comprar o produto ou serviço que está sendo oferecido por um negócio.

Mas, para isso dar certo, será preciso estudar o mercado e criar um bom planejamento para atrair os consumidores a partir dos dados levantados.

Qual é o conceito de vendas?

Enquanto o marketing possui o papel de atrair os consumidores, o setor de vendas abrange diretamente a responsabilidade de lidar com o cliente. Desta maneira, não adianta de nada fazer grandes investimentos em marketing, mas não ter um setor de vendas bem estruturado.

É atribuição do setor de vendas encontrar os melhores caminhos para garantir um bom relacionamento com os clientes, o que vai proporcionar uma maior conversão em vendas.

Ao garantir um bom atendimento, a sua empresa vai conseguir compreender com mais facilidade as reais necessidades e desejos dos consumidores. Com isso, os processos de vendas podem ser aprimorados, além, é claro, das chances de fechar negócio.

E quais são as diferenças existentes entre marketing e vendas?

Como foi possível observar, embora os setores de marketing e vendas desempenham papéis extremamente importantes para o desempenho de qualquer empresa no mercado, eles possuem características bem diferentes, não é verdade?

No entanto, além de compreender que as estratégias de cada um devem ser inseridas em etapas diferentes para gerar a concretização das vendas, você também precisa entender que o marketing é mais voltado ao futuro do negócio, propondo estratégias e desafios reais que devem ser alcançados caso as oportunidades sejam traçadas corretamente.

Por outro lado, o setor de vendas é mais voltado para o presente, transformando os leads em clientes.

Apesar das diferenças, esses dois termos possuem um objetivo em comum: gerar receita. Enquanto o marketing desperta o desejo e até mesmo a necessidade nas pessoas, as vendas desempenham o papel de suprir essas questões.

Mas, afinal, como unir marketing e vendas de maneira promissora?

Agora que você já conhece as principais características e diferenças dos setores de marketing e vendas, chegou o momento de uni-los de forma promissora.

Mas, antes disso, você precisa ter em mente o seguinte: por mais que existam algumas diferenças entres esses dois departamentos , eles devem andar lado a lado. Ou seja, é preciso garantir o compartilhamento de informações, fazer reuniões de metas e por aí vai.

Sabendo disso, vamos conferir como unir os setores de marketing e vendas de maneira promissora?

1- Busque integrar as ações de marketing e vendas

Como foi falado anteriormente, a integração dos setores de marketing e vendas deve ser viabilizada por meio de um bom planejamento.

Por exemplo, quando um vendedor observa que está constantemente respondendo uma mesma pergunta durante o processo de venda, ele deve passar essa informação para o setor de marketing para que a melhor estratégia seja elaborada a partir desse dado. Isso vai permitir que a empresa se antecipe a determinadas dúvidas ou questionamentos, sendo um passo extremamente importante para atrair mais consumidores.

Além disso, utilizando corretamente as informações colhidas pelo setor de vendas, os profissionais vão conseguir poupar mais tempo ao tratar com os clientes os assuntos necessários para fazer com que esses consumidores fechem negócio.

2- Não deixe de estipular os objetivos em comum

Compreender somente as diferenças não é a única tarefa importante para buscar integrar esses dois setores. Portanto, a empresa também deve estipular os objetivos em comum.

Quando não existe essa integração, o departamento de marketing não pode se dar por satisfeito ao atingir uma meta de leads, por exemplo, principalmente se levarmos em conta que a geração de leads não garante que o potencial consumidor vai adquirir um produto ou serviço da empresa.

Da mesma maneira, a equipe de vendas não deve bater suas metas individuais sem reconhecer a magnitude do processo que contribui para levar o cliente para o negócio.

Isso significa que o melhor caminho é garantir que um setor está contribuindo para o desenvolvimento do outro, e uma das melhores maneiras de fazer isso é justamente por meio da estipulação dos objetivos em comum.

3- Utilize a tecnologia ao seu favor

Em um mercado cada vez mais competitivo e tecnológico, fica até difícil não reconhecer a relevância que os instrumentos tecnológicos possuem para os mais variados modelos de negócios.

Seja qual for o tamanho da sua empresa, certamente a tecnologia vai conseguir ajudar de alguma forma. No caso da integração desses dois setores, algumas ferramentas são capazes de fazer uma enorme diferença nesse sentido, como os softwares de CRM, que registram dados de cunhos demográficos, comportamentais e muito mais. Ou seja, os vendedores vão ter acesso com mais facilidade às informações pessoais dos consumidores, além de ter uma noção do quão engajados eles estão.

Incrível, não é verdade? Porém, não se resume a isso, já que existem inúmeras outras possibilidades tecnológicas que podem, e devem, ser utilizadas, como os serviços de automação de processos, compartilhamento de arquivos, workflows, etc.

E aí, o que você achou das nossas dicas? Caso tenha gostado desse conteúdo e queira aprender mais, basta dar um clique aqui para acessar o nosso blog, onde você vai encontrar uma série de outras informações importantes. Além disso, se você deseja saber mais sobre o nosso trabalho, basta clicar aqui.

Até logo!

Inscreva-se no CAMP10

Artigos Relacionados

Aceleradora de empresas: mais que uma escolha, uma necessidade

Aceleradora de empresas: mais que uma escolha, uma necessidade

Uma aceleradora de empresas é uma organização com foco em alavancar o potencial de crescimento que um negócio possui. Esse tipo de empresa integrou o universo empreendedor há pouco tempo, mas sua relevância é imensurável. Geralmente ela é formada por empreendedores e...

3 benefícios dos programas de aceleração de startups

3 benefícios dos programas de aceleração de startups

Durante o processo de desenvolvimento de startups é comum que surjam desafios pela frente, a começar pela fase de validação da ideia, passando pela definição do modelo de negócios até o momento de apresentar a solução para clientes, parceiros e investidores. Conhecer...